terça-feira, 26 de julho de 2011

Entrevista exclusiva a Nuno Almeida

O ARBITRAGEMALGARVIA volta com mais uma grande entrevista, desta vez trata-se do árbitro algarvio, que nesta época está de volta á Liga. Nuno Almeida, 36 anos, advogado de profissão descreve-nos como conseguiu regressar á 1ªCategoria e quais os seus objectivos ainda como árbitro. Nuno Almeida fala ainda do momento da Arbitragem no Algarve e agradece aos seus árbitros assistentes pelo seu sucesso na época 2010-2011.

Leia a entrevista em baixo:

ArbitragemAlgarvia: O que te levou a ser árbitro?
Nuno Almeida:Foi por iniciativa e insistência por parte do meu Pai que nessa altura era Árbitro e que tinha o desejo que eu também fosse...daí eu ter tirado o curso e iniciado esta caminhada desportiva.


AA: Como te sentes depois do teu regresso á 1ª Categoria Nacional?
NA:É um sentimento de satisfação enorme, de dever cumprido e de muita gratidão aos meus Assistentes que acima de tudo são os meus amigos e companheiros nesta caminhada de regresso á Liga. Nesta entrevista deveria estar o Bruno ( B.B:), o Felipe ( Fuédéde) e o João...a eles, OBRIGADO.
Bruno Brás; Filipe Pereira; João Ferreira

AA: O que esperas ainda da arbitragem para o teu futuro?
NA:Espero que com muito trabalho consiga, pra já, a manutenção e depois conseguir sedimentar a permanência entre a elite da Arbitragem. Estes serão sempre os objectivos mais directos.


AA: É difícil ser árbitro em Portugal?
NA:“ Tem dias, fases e momentos “, contudo, como o positivo sobrepõe-se ao negativo, é acima de tudo um orgulho e uma paixão e desta forma conseguimos sempre ultrapassar as dificuldades inerentes. Penso que existem outras actividades mais difíceis.
Aljustrelense - Pontassolense (2ª divisão época 2009-2010)


AA: És a favor da profissionalização?
NA:Sou e tenho-a como inevitável, contudo teríamos que ter tempo para dela falar. É o futuro próximo.


AA: És defensor de equipas de arbitragem fixas ou entende que deve haver alguma rotação?
NA:Fui, sou e serei a favor das equipas fixas de forma a trabalhar-mos melhor os quadros de competências de cada um e ser-mos de facto uma equipa. Acredito que também será o futuro a curto prazo. Aliás, na Liga já trabalhamos nesse sentido com um grupo reduzido de 4 Assistentes....mas terão que ser 2.


AA: Estudas os jogadores e as equipas antes dos jogos?
NA:Vou fazê-lo e responsabilizar também a minha equipa nesse sentido. Nós este ano na Federação já o fazíamos com um excelente trabalho de casa, feito pelo Bruno Brás, no sentido de saber e conhecer melhor as equipas e jogadores e que nos permitia, á priori, conhecer factores importantes de preparação dos jogos.


AA: És a favor da aplicação dos meios tecnológicos no futebol? Se sim, de quais?
NA:Sou a favor de tudo o que, não retirando a essência do futebol, contribua para a verdade desportiva, como exemplo disso temos o sistema áudio e não veria com maus olhos colocar um chip na bola para determinar Bola dentro - Bola fora.


AA: Se fosse possível escolheres o melhor e o pior jogo da tua carreira, quais seriam?
NA:O melhor talvez o primeiro pelo simbolismo...o pior ainda está para vir.

AA: É fácil conciliar-se a vida de árbitro com a vida familiar?
NA:Tendo algumas dificuldades, elas são ultrapassáveis pelo habito. Concilio bem.


AA: Como vês a evolução da arbitragem Algarvia e o que alteravas para a melhorar se for esse o caso?
NA:Denoto uma evolução muito positiva, esperando que a mesma seja para continuar, contudo ainda existem muitas falhas a todos os níveis e as mesmas devem ser repensadas pelos seus responsáveis de forma a poder-mos evoluir mais e melhor. Os Árbitros hoje são seres pensantes e como tal tem que ser parte da solução e não do problema.


AA: Que mensagem gostarias de deixar a todos os que passam pelo blogue?
Em jogo da 1ªLiga
NA:“ Meus caros, para quem é Árbitro, desejo que trabalhe e que treine para serem melhores Árbitros e que nunca duvidem que exercem uma actividade que não sendo fácil é muito NOBRE.
Para quem não é Árbitro, peço respeito para quem nesta difícil função, trabalha, estuda, treina e tem família e que dia a dia esforça-se em demasia para contribuir para um futebol melhor.


Abraços desportivos,
Nuno Almeida



O ARBITRAGEMALGARVIA desde já agradece a disponibilidade do Nuno e deseja-lhe uma excelente época e que se mantenha na 1ª Categoria por várias épocas.

Reacções:

0 comentários: