domingo, 28 de agosto de 2011

APAF levanta "veto" dos árbitros

Considerando a tomada de posição oficial por parte da Liga Portugal, nomeadamente por intermédio do seu Presidente, Dr. Fernando Gomes, ocorrida no passado dia 22/08/2011, no sentido de alertar os Clubes e os seus Dirigentes para o consenso obtido na última Assembleia Geral, consagrado nos Regulamentos e apelando à contenção dos Agentes Desportivos nas declarações referentes ao sector da arbitragem;

Considerando que, em tempo útil, a Comissão Disciplinar accionou os mecanismos previstos nos Regulamentos para apurar as responsabilidades dos actos cometidos;

Considerando que, da parte da Liga Portugal, foram dadas todas as garantias que, de futuro, tudo será feito no sentido de assegurar as condições necessárias para que as competições profissionais decorram com a maior tranquilidade, nomeadamente para os Agentes da Arbitragem, de forma a que estes possam exercer as suas funções num clima de grande estabilidade;

Considerando ainda que sempre existiu total disponibilidade por parte dos Árbitros, para em conjunto com os demais Agentes Desportivos, contribuir para que as competições decorram com toda a normalidade, assegurando o máximo respeito e igual tratamento para com todos os Clubes envolvidos.

A APAF – Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, decidiu que:

1 – Considera estarem reunidas as condições mínimas para que, a partir deste momento, todos os jogos possam ser dirigidos pelos Árbitros nomeados para o efeito.

2 – Manifestar a disposição dos Agentes de Arbitragem para que, sempre que o seu bom-nome e as condições para o exercício das suas funções forem colocados em causa, tomar todas as medidas que julgue necessárias na defesa intransigente desses valores.

3 – Exortar todos os Árbitros a manterem a máxima atenção e concentração, cumprindo e aplicando as Leis de Jogo e Regulamentos em vigor, de forma a evitar perturbação no normal desenvolvimento das competições.

4 – Agradecer o empenho de todos os Agentes de Arbitragem nas acções desenvolvidas em defesa dos valores da arbitragem;

5 – Por último, efectuar em tempo oportuno, aguardando-se a actuação dos Órgãos competentes, uma conferência de imprensa, onde esclarecerá, de forma clara e objectiva, todo este processo.

Lisboa, 26 de Agosto de 2011

APAF- Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol

Reacções:

0 comentários: