terça-feira, 23 de agosto de 2011

Árbitros mantêm 'boicote' ao Sporting e aguardam mediação

Os árbitros da primeira categoria, reunidos  ontem à noite em Leiria, decidiram manter o boicote aos jogos do Sporting e aguardar  uma mediação que encontre uma saída para o impasse, revelou à agência Lusa  uma fonte da APAF.

"Uma posição pública do Sporting a referir que nunca foi sua intenção  ferir a idoneidade dos árbitros, mas sim contribuir para a melhoria da arbitragem,  pode desbloquear a situação", referiu a mesma fonte, que acredita "numa  solução a curto prazo", antes mesmo do jogo de domingo entre o Sporting  e o Marítimo, da terceira jornada da Liga. 
A reunião convocada pelos árbitros da primeira categoria com a Associação  Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), que se fez representar pelo seu  presidente, Luís Guilherme, teve a presença do presidente da Comissão de  Arbitragem (CA) da Liga, Vítor Pereira, a pedido expresso deste, visto que  não estava prevista. 
Da reunião saiu um consenso relativamente à necessidade de se encontrar  com caráter de urgência um mediador que faça a ponte entre os árbitros e  o Sporting, tendo-se chegado ao entendimento de que o presidente da Liga  Fernando Gomes é a personalidade melhor colocada para assumir essa missão.
De resto, Fernando Gomes já endereçou uma carta a todos os clubes da  Liga e da Liga de Honra convocando-os para uma reunião e recordando-lhes  o acordo por eles assinado no sentido de pôr fim às declarações dos dirigentes  sobre os árbitros e as arbitragens, sobretudo antes dos jogos, mas também  depois destes terminarem.  
Segundo a mesma fonte, o presidente da CA da Liga, Vítor Pereira, corroborou  a posição dos árbitros e da APAF relativamente à necessidade de uma intermediação  que ponha fim rapidamente ao conflito e até se disponibilizou para contribuir  para a resolução do mesmo. 
Após o encontro, uma fonte da CA da Liga disse à Lusa que "os árbitros  e a Liga estão empenhados para que não volte a haver qualquer renúncia semelhante  à do fim de semana passado" e manifestou a "convicção de que se vai encontrar  uma solução". 
Esta reunião aconteceu depois da escusa de João Ferreira ao jogo entre  Beira-Mar e Sporting, da segunda jornada, uma posição que mereceu o apoio  dos árbitros da primeira categoria e que surgiu na sequência das críticas  de dirigentes do Sporting ao trabalho de Carlos Xistra no Sporting-Olhanense  (1-1), na primeira ronda. 
No domingo, o árbitro de Setúbal não compareceu no estádio Municipal  de Aveiro, e o encontro entre Sporting e Beira-Mar acabou por ser arbitrado  por Fernando Idalécio Martins, árbitro da II divisão distrital de Aveiro.
In: Lusa

Reacções:

0 comentários: