sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Formação de árbitros


Alguns dos mais promissores árbitros e assistentes de futebol da Europa estão reunidos, em Nyon (Suíça), para participarem no curso da UEFA do recém-criado Centro de Excelência de Arbitragem (CORE).

Durante a semana de trabalho – que arrancou na terça-feira e vai prolongar-se até ao dia 1 de Setembro –, a arbitragem lusa estará representada através da presença, como instrutor, de Nuno Castro, assessor do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol e membro da comissão de coordenação técnica, que se mostra entusiasmado com esta experiência.

“Recebi o convite da UEFA com enorme satisfação e orgulho, até porque constitui o reconhecimento pelos 21 anos que já levo de dedicação à causa da arbitragem, sendo igualmente a prova de que a FPF tem bons técnicos nesta área”, começou por dizer, em declarações ao fpf.pt.

“É muito estimulante e gratificante ter a oportunidade de trabalhar com estes juízes de enorme potencial e poder contribuir, de alguma forma, para dotá-los de ferramentas e conhecimentos que os ajudarão, certamente, a tornarem-se árbitros mais capazes e qualificados”, prosseguiu.

"Durante seis meses serei o treinador de duas equipas de arbitragem, uma da 1ª categoria Francesa e outra da Romena", concluiu.

Durante o CORE, os jovens árbitros e assistentes – com idades compreendidas entre os 25 e os 30 anos, e considerados com potencial para chegarem a árbitros internacionais – são aconselhados por experientes instrutores e especialistas de arbitragem sobre preparação para os jogos, relacionamento com os jogadores, controlo do desafio, consciência táctica e treino.

In:FPF

Reacções:

0 comentários: