terça-feira, 8 de novembro de 2011

Luís Guilherme: «Os árbitros não podem dar mais do que dão»

Luís Guilherme, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, considera que «os árbitros não podem dar mais do que aquilo que dão» e rejeita a ideia de que a profissionalização é sinónimo de que as equipas de arbitragem deixam de errar.

«O actual modelo da arbitragem está esgotado. Os árbitros não podem dar mais do que aquilo que já dão. É impossível. Queremos partir para outro patamar, mas de forma sustentada. Mas também não alinhamos na discussão de que com a profissionalização deixa de haver erros dos árbitros», afirmou o presidente da APAF esta segunda-feira.

Sobre as eleições para a Federação Portuguesa de Futebol, Luís Guilherme lamentou que não haja uma lista independente ao Conselho de Arbitragem e não se pronunciou sobre qual a candidatura que a APAF apoia.

Reacções:

0 comentários: