sexta-feira, 18 de maio de 2012

Proença pronto para "cumprir sonho"

Ao lado dos colegas de equipa, Pedro Proença mostra-se muito satisfeito por ter a oportunidade de arbitrar a final UEFA Champions League, jogo que preparou de forma "meticulosa".

CLIQUE AQUI PARA VER VIDEO 

Em teoria é um trabalho solitário e isolado, um homem que espera que o seu trabalho corra de tal maneira bem que não se dê por ele, uma espécie de actor secundário, que ajuda a que as estrelas em campo possam brilhar.

No entanto, Pedro Proença, o árbitro português que vai dirigir a final de 2012 da UEFA Champions League, fala do trabalho de equipa que possibilitou tudo isto, bem como da importância do que os juízes vão fazer em campo ao lado dos dois finalistas, FC Bayern München e Chelsea FC.

Com efeito, quando Proença soube que iria apitar este encontro, não foi com a família ou os amigos que primeiro partilhou a notícia, mas sim com os seus colegas árbitros, conforme confirmou ao UEFA.com: "Os meus colegas de equipa são os pilares que possibilitaram isto tudo, pelo que foi com naturalidade com quem primeiro partilhei esta grande felicidade."

"Agora estamos a trabalhar para que possamos ter um bom jogo e participar neste magnífico espectáculo. Como é óbvio, conseguirmos fazer o nosso trabalho com a mesma equipa é importante, pois possibilita-nos criar rotinas e fazer coisas automaticamente. No final faz com que o nosso trabalho seja mais fácil."

"Ser o árbitro aqui é a realização de um sonho. É bom saber que uma grande entidade como a UEFA reconheceu que fizemos um bom trabalho nesta longa temporada. Sente-se uma grande felicidade."

Nascido há 41 anos no Pinhal Novo, perto de Almada, nos arredores de Lisboa, Proença vai arbitrar o seu 16º encontro da UEFA Champions League quando entrar no relvado da Fußball Arena München. Foi uma carreira em ascenção desde que, em 2004, apitou a final do Campeonato da Europa de Sub-19 e foi promovido à Elite da UEFA no início da temporada 2009/10.

O Bayern e o Chelsea vão estar nas mãos de um homem que se prepara bem para estas ocasiões e que sabe bem o que aí vem. "A minha rotina é sempre a mesma" revelou Proença. "Como é óbvio, primeiro há um aquecimento, depois a preparação mental e depois a preparação para o jogo em si."

"Fizemos uma preparação cuidada e meticulosa porque tivemos a sorte e o privilégio de saber com antecedência que equipas estariam aqui. Preparámos todos os cenários, pelo que não vamos ser apanhados de surpresa em qualquer situação que surja. É a chave do sucesso."

"Fundamentalmente espero que seja um grande espectáculo e que as pessoas saiam deste magnífico estádio muito satisfeitas com aquilo que aqui aconteceu. Assim, as minhas últimas palavras são para o esforço dos atletas, o respeito para todas as pessoas que estão a trabalhar para esta final e que os espectadores possam ser as pessoas mais felizes de todas."

In:UEFA

Reacções:

0 comentários: