quarta-feira, 16 de maio de 2012

Sonho realizado: Paulo Baptista é o árbitro da Final da Taça de Portugal

Com o estatuto de árbitro mais antigo ainda em actividade e aquele que mais jogos contabiliza no principal escalão profissional de futebol, Paulo Baptista é o árbitro escolhido para dirigir a Final da Taça de Portugal, no próximo dia 20 de Maio, entre Académica e Sporting.

O juíz de Portalegre, que regressa ao Estádio Nacional, palco do seu primeiro jogo enquanto árbitro, admite sentir um enorme orgulho por estar à frente da equipa de arbitragem nomeada. “Já tinha sido quarto-árbitro na época 2003/4, no entanto tenho de admitir que, desta vez, o sentimento de orgulho por estar na Final da Taça, no Jamor, é ainda maior. Não só pelo palco que é, onde já tantas equipas concretizaram os seus sonhos e foram felizes, mas sobretudo por ser o primeiro estádio onde apitei um jogo da Primeira Divisão, na altura entre o Belenenses e o Salgueiros. Dezasseis anos depois, vou regressar a esse palco, à frente de uma equipa de arbitragem, pelo que o jogo terá uma carga emocional muito grande”.

Próximo de completar duas centenas de jogos, o árbitro de 42 anos admite que esta nomeação representa um reconhecimento do seu percurso e do seu desempenho na arbitragem. “No fundo, sinto que é o reconhecer de uma longa carreira e de todo o meu percurso, é o reconhecimento das pessoas que nos dirigem e representa, obviamente, um enorme orgulho. Em termos de carreira, como a possibilidade de chegar à categoria de internacional já não se coloca, porque ultrapassei o limite de idade, esta nomeação representa um marco na minha carreira, um sonho realizado”.

Sendo o gosto pelo futebol o principal motor de arranque para desempenhar esta função, Paulo Baptista, que, profissionalmente, se dedica à contabilidade, garante que a equipa de arbitragem tudo fará para contribuir para um bom espectáculo de futebol. “A equipa de arbitragem compromete-se em fazer o seu melhor, procurando contribuir para um momento agradável, de um bom espectáculo de futebol. Queremos, obviamente, contribuir para uma oportunidade única, que marca o culminar de uma época desportiva, num estádio tão importante como este. Espero que seja um jogo bem disputado, onde o respeito e o fair-play imperem dentro e fora do recinto de jogo. Nós estamos lá para tentar que estes dois factores sejam os mais importantes e se cumpram, mas espero que os jogadores se preocupem em contribuir para a festa que é a Taça de Portugal. No final, espero que ganhe a melhor equipa”, concluiu.

O árbitro da AF Portalegre será coadjuvado por José Ramalho (AF Porto) e Hernâni Fernandes (AF Setúbal), tendo Hugo Miguel (AF Lisboa), como quarto-árbitro.

O encontro do próximo domingo está agendado para as 17h00, no Estádio Nacional.

In:FPF

Reacções:

0 comentários: