sexta-feira, 4 de maio de 2012

Taça da Liga: prestação física do árbitro da final

A final da Taça da Liga teve esta época uma novidade tecnológica que permitiu medir o desempenho físico do árbitro Jorge Sousa durante a partida.

O sensor micoach speedcell da Adidas foi instalado nas chuteiras do juiz de forma a recolher dados relativos à sua velocidade, aceleração, distância e ritmo.

 Os registos do sensor indicam, portanto, que nos 75 minutos e 75 segundos em que Jorge Sousa esteve activo percorreu 9.2 km, atingindo a velocidade máxima de 25.2 km/h ainda no decorrer da primeira parte.

O árbitro portuense correu 2.2 km em alta intensidade e fez 71 sprints para acompanhar as incidências da partida. O aparelho da Adidas revela-nos, ainda, que o juiz da partida passou 14,6% do tempo útil de jogo a correr, 13,6% a sprintar (maior sprint foi de 140 metros), 8,8% a correr em alta velocidade, 22,3% a trotar e 40,4% a caminhar. 

A distância percorrida pelo árbitro português na primeira e segunda parte permite concluir-se que Jorge Sousa teve um desempenho físico equilibrado. Nos primeiros 37 minutos e 33 segundos percorreu 4.484 km. Na segunda parte, em 38 minutos e 39 segundos de jogo, fez 4.768 Km.

In:LPFP

Reacções:

0 comentários: