sábado, 30 de junho de 2012

Entrevista a UEFA: Proença pronto para o ponto alto da carreira

"Finalmente atingi o auge como árbitro", disse o português Pedro Proença ao UEFA.com quando se prepara para dirigir a final do UEFA EURO 2012, no Estádio Olímpico, em Kiev.



O árbitro português Pedro Proença vai culminar uma época memorável quando dirigir o seu quarto, e mais importante, jogo no UEFA EURO 2012, no domingo à noite, em Kiev. Com de 41 anos, Proença também teve a seu cargo a final da UEFA Champions League, realizada em Munique no passado dia 19 de Maio e disse ao UEFA.com que a nomeação para a final, no Estádio Olímpico, não é apenas um privilégio e uma honra como também o auge da sua carreira.

UEFA.com: Ser escolhido para a final do UEFA EURO 2012 deve ser muito especial para si?
Proença: Sim, é uma honra ter esta oportunidade e ser convidado. Para qualquer árbitro este seria um dos melhores momentos da sua carreira, e sinto-me realmente privilegiado por ter sido convidado, tal como a minha equipa. É um sinal de reconhecimento do trabalho que desenvolvemos neste torneio, por isso dá-nos felicidade, que tem de ser partilhada com os dois finalistas.

UEFA.com: Como se sente por ter arbitrado a final da UEFA Champions League e do UEFA EURO 2012?
Proença: Isto significa que finalmente atingi o auge da minha carreira como árbitro. Vários factores contribuíram para eu chegar aqui, com esta idade, e atingir o mais alto nível. Sinto-me muito satisfeito e privilegiado, por isso amanhã vou tentar honrar o trabalho, aproveitar ao máximo e partilhar a felicidade com os meus colegas.

UEFA.com: Já esteve presente em jogos que envolveram vários destes jogadores. Isso ajuda-o?
Proença: Felizmente, conheci vários jogadores ao longo dos anos nas competições da UEFA e, como é óbvio, o futebol é uma linguagem universal. O comportamento das pessoas de origem latina é um pouco diferente e temos uma linguagem corporal que facilita o entendimento entre nós. Compreendo o comportamento dos jogadores e eles compreendem o do árbitro. Deste ponto de vista, vai ser um pouco mais fácil para mim.

UEFA.com: O que significa para um português dirigir a final?
Proença: Neste momento, representamos a qualidade da arbitragem portuguesa, e espero que amanhã isso fique provado no relvado. Mostra o trabalho que nós, portugueses, temos vindo a desenvolver durante todo este tempo. Sinto-me satisfeito e sei que este sentimento é partilhado por todos os árbitros portugueses. Amanhã vou representar Portugal.

UEFA.com: Pode explicar um pouco melhor o que exige dos seus auxiliares?
Proença: O árbitro é apenas a face de uma equipa, e não podia fazer nada se não tivesse estes homens fantásticos comigo. São eles que, no final do dia, me dão apoio e confiança para decidir o que é melhor. Amanhã será um prémio que vai ser partilhado por muitas pessoas, mas acima de tudo, por aquelas que vão estar comigo em campo, estes quatro homens fantásticos.

UEFA.com: O que pensa do UEFA EURO 2012 até ao momento?
Proença: Tem sido fantástico. Quero destacar o comportamento de cada atleta e de cada jogador. Mostraram um "fair play" extraordinário. Isto mostra o respeito que têm pelos adeptos, o público e as pessoas que assistem através da televisão. União e respeito, que é algo que eu penso que as pessoas merecem, foram expressados pelos jogadores.

O ARBITRAGEMALGARVIA endereça os parabéns à equipa de arbitragem portuguesa que vai representar Portugal na Final do Campeonato da Europa de 2012, deseja-lhes um bom jogo.

PARABÉNS PEDRO PROENÇA, BERTINO MIRANDA, RICARDO SANTOS, JORGE SOUSA E DUARTE GOMES.

Reacções:

0 comentários: