sábado, 17 de março de 2012

Árbitro Rui Silva esqueceu-se de expulsar um jogador

Anselmo viu dois cartões amarelos, mas permaneceu em campo. Erro técnico poderia colocar o desfecho da partida em causa, apesar da U. Leiria ter vencido o jogo.

O árbitro Rui Silva protagonizou aquele que será, certamente, um dos momentos mais insólitos e polémicos da 23.ª jornada da Liga, na Marinha Grande, num jogo onde a União de Leiria derrotou o Rio Ave por 1-0.

O juíz de Vila Real mostrou duas vezes o cartão amarelo a Anselmo, avançado do Rio Ave, mas não expulsou o jogador, que permaneceu em campo, durante cerca de dois minutos, e acabou por terminar a partida. O técnico vilacondense, Carlos Brito, frisou que não vale a pena "crucificar" o árbitro.

"Fiquei com essa perceção , mas não vou criticar o árbitro. Tenho pena, é um jovem árbitro. Acredito que o Rui não tenha visto, mas o auxiliar interveio tantas vezes, a assinalar foras-de-jogo, e devia ter visto. Também faltou um pouco de coragem para assinalar um penálti precisamente sobre o Anselmo. É um aspeto técnico, no qual não me quero imiscuir. Terá havido, eventualmente, uma distração do árbitro, mas não vou crucificá-lo", frisou.

In:DN

Reacções:

0 comentários: