quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Mais um árbitro que se tentou suicidar

Uma semana depois da tentativa de suicídio de Babak Rafati, árbitro alemão, eis que surgiu um caso similar, desta vez no campeonato belga. Há dois dias, antes de um jogo entre o Tubize e o FC Bruxelas, a contar para a segunda divisão do campeonato belga, Chris Schelstraete foi encontrado no balneário com as veias dos pulsos cortadas, poucos minutos antes do início do encontro.

O juiz auxiliar, de 37 anos, está fora de perigo depois de ter passado duas noites em observação num hospital. De acordo com o psicólogo da federação belga de futebol, Jef Brouwers, o gesto de Schelstraete foi motivado «por problemas pessoais e não por causa das pressões sofridas pelos árbitros».

O psicólogo admitiu que Chris Schelstraete quis imitar o exemplo de Rafati, que foi encontrado também com os pulsos cortados, horas antes da partida entre o Colônia e o Mainz, para o campeonato alemão. «Schelstraete seguiu-o para mostrar que precisava de atenção», explicou o Brouwers.

In: MaisFutebol

Reacções:

0 comentários: